quinta-feira, 26 de abril de 2012

"Algumas frases de para-choque de caminhão"

Macho que é macho não chupa mel, masca abelha.

Mãe... tenha distância.

Mais vale acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão.

Mais vale chegar atrasado neste mundo, do que adiantado no outro.

Mais vale um furo na conta do que um rombo na poupança.

Mais vale um mau dia de pescaria do que um bom dia de trabalho!

Mais vale um ovo hoje do que uma galinha amanhã. (Roberto Cyber)

Mais vale um pássaro na mão do que bois voando.

Mais vale um pássaro na mão do que ser pai aos 18.

Mais vale uma teta na mão do que duas no sutiã.

Mais virgindades já se perderam pela curiosidade do que pelo amor.

Malandra é a pulga que espera a comida na cama.

Malandro é o pato que tem os dedos grudados pra não usar aliança. (Roberto Kamil)

Mamãe precisa de uma nora.

Marido de mulher feia sempre acorda assustado.

Marido de mulher feia tem raiva de feriado.

Marido e menstruação: quando chega incomoda, quando atrasa preocupa.

Me chama de lento quem nunca viu corrida de tartaruga. (Roberto Cyber)

Melancia grande e mulher muito boa, ninguém come sozinho.

Melhor abundar do que faltar

Melhor chorar de saudade do que de fome. (Roberto Cyber)

Meninas, o cialisado chegou!

Meu coração só tem um habitante: você!

Meu negócio é sombra, água fresca e jornal de letra grande.

Meu professor é o tempo e minha escola é o mundo. (Erineu - Pablo Sanchez)

Meus pensamentos se resumem à uma só pessoa, você! (Otávio Frederico)

Mil cairão á sua direita e mil cairão á sua esquerda... abaixe o braço porco!

Mineiro de nascença, Capixaba por opção e Paraense de coração

Mineiro quando enfeza, vela sobe de preço.

Minha sogra caiu do céu...Quebrou a vassoura!!!

Minha sogra é Esperança... podia ser pior e se chamar Perpétua!

Minha sogra morreu, que Deus a receba com a mesma felicidade que a envio. (Paulo Cézar Azevedo)

Minha vida é um livro aberto só que na página errada. (Mascherano)

Minha vida é uma rede que o destino balança.

Mini-saia curta é que nem dia de feriado. (Volney S. Spricigo)

Mini-saia é igual cerca de arame: cerca, mas não tira a vista.

Montado na morte em busca da sorte.

Moro na estrada, passeio em casa...

Mosquito sabido pica, depois faz zunido! (Prof. Abel)

Motorista é igual bezerro: só dorme apartado.

Motorista irritado, perigo dobrado.

Movido a chimarrão.

Muitas cidades deixadas, várias lembranças guardadas. (Douglas Maciel)

Muitos me seguem, mas só um me acompanha.

Nenhum comentário: